Ártemis

Todos nós conhecemos a imagem de Ártemis, que foi esculpida e pintada como uma Deusa lunar, virginal, acompanhada de cães ou leões e trazendo um arco dourado nas mãos. Ela era a Deusa mais popular da Grécia, habita as florestas, bosques e campinas verdejantes, onde dança e canta com ninfas que a acompanham, em seu culto, estão presentes danças orgiásticas e o ramo sagrado. Ela é uma Deusa de múltiplas facetas associadas ao domínio da Lua, virgem, caçadora e parteira e de fato representa o feminino em todos os seus aspectos.

Quando Ártemis era pequena, Zeus, seu pai, perguntou-lhe o que queria de presente em um dos seus aniversários. Ártemis respondeu: Quero correr livre e selvagem com meus cães pela floresta e nunca, nunca casar, então obteve do pai permissão para não se casar e se manter sempre casta. Diana foi cedo identificada com a Deusa grega Ártemis e depois absorveu a identificação de Ártemis com Selene (Lua) e Hécate (Trívia), de que derivou a caracterização Triformis Dea (Deusa Tríplice), usada às vezes na literatura latina. O mais famoso de seus santuários ficava no bosque junto ao lago Nemi, perto de Arícia.

Ártemis, é a mais antiga de todas as Deusas gregas. Ártemis /Diana é o ideal e a personificação da vida selvagem da natureza, a vida das plantas, dos animais e do homens, em toda sua exuberante fertilidade e profusão, ela é de fato a Caçadora, Deusa da lua e mãe de todos os animais, ela aparece em suas estátuas coroada com a lua crescente e carregando uma tocha acesa. A palavra equivalente em latim para vela é Vesta, e Ártemis era também conhecida como Vesta. Assim, o feixe de lenha, no qual ela veio da Grécia era realmente uma tocha não acesa. No seu templo, um fogo perpétuo era conservado aceso. É a Deusa da natureza intocada em conexão ao culto das árvores e qualquer um que sacrificasse uma árvore era punido pela Deusa. Nos cultos oferecidos à Deusa os gregos dançavam com os ramos sagrados, e apesar de ser venerada na Grécia, seu culto era especial na Arcádia, pois ali ela vivia afastada nos bosques selvagens e intocados.

Ártemis

Deixe um comentátio!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s