Deméter

A Deusa Deméter é uma Mãe Terra, a Deusa do Milho , a Mãe Pranteante. As pessoas à honravam ao usar guirlandas de flores enquanto marchavam pelas ruas, geralmente descalças. Frutas e grãos da estação são transformados em banquetes. Acredita-se que pisar na terra descalço aumenta a comunicação entre o humano e a Deusa.

Deméter é criadora do tempo e a responsável por sua medição em todas as formas. Seus sacerdotes eram conhecidos como Filhos da Lua. Essa Deusa é representada como uma matrona com belos cabelos, trajando um robe azul e portando um feixe de trigo. Era coroada com espigas de milho ou com fitas e segurava um cetro. Os gregos diziam que Deméter lhes deu as primeiras sementes de trigo, ensinou-os a cultivar o solo e como produzir pão com os grãos. Ela instituiu os Mistérios Eleusinos.

Deméter é a protetora das mulheres e uma divindade do casamento, maternidade e fidelidade. Ela rege as colheitas, o milho, o arado, iniciações, renovação, renascimento, vegetação, frutificação, agricultura, civilização, lei, filosofia da magia, expansão, alta magia e o solo. A Deusa Potnia de Creta era muito similar às Deusas gregas Deméter, Hera e Rhea. Ptonia era chamada de Magna Mater (Senhora do Labirinto). Deméter também é a mãe da Deusa Perséfone que foi levada por Hades para o reino dos submundos para casar-se com ele, então foi acordado que Perséfone passaria 6 meses com o Deus Hades e 6 meses com a sua mãe Deméter, durante os 6 meses que Perséfone passa no submundo, Deméter traz o outono e o inverno, fazendo aparecer a primavera e o verão só quando Perséfone sobe do submundo para passar os outros 6 meses com sua mãe.

Demetér rege Abril –
É a deusa grega da agricultura (“deusa mãe” ou “mãe da cevada”) que nutre a terra verde e jovem e representa o ciclo da vida e da morte. É a protetora do casamento e preside ao mês de Abril, pois simboliza a porta da vida numa altura em que a Primavera renasce com todo o seu esplendor. Deméter ensinou à humanidade as artes da agricultura: semear, arar, apanhar, etc. Agora, convida-nos a recolher os frutos do que semeamos nos meses anteriores.

Deméter

Deixe um comentátio!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s