Lammas

Lammas é realizado nos dias 1º ou 2 de Agosto pela roda norte, e 1º de Fevereiro pela roda sul.

Lughnasadh ou Lammas, é o Festival da Colheita, nesse Sabbat os Bruxos agradecem aos Deuses pela colheita com várias oferendas às divindades para assegurar a continuação da fertilidade da terra, e também honram o aspecto da fertilidade da união sagrada da Deusa e do Deus.

Em Lammas são confeccionadas bonecas de milho, é um antigo costume pagão realizado por muitos Bruxos modernos como parte do rito deste Sabbat, essas bonecas são colocadas no altar do Sabbat para simbolizar a Deusa Mãe da colheita, é costume em cada Lammas, fazer uma nova boneca de milho e queimar a do ano anterior para dar boa sorte.

Após consagrar todo o altar e traçar o círculo diga:

“Neste círculo sagrado do sabbat eu peço pela sua presença agora oh Grande Mãe e Deus Cernunnos”.

Segure seu athame na mão direita e, com a ponta da lâmina, trace um pentáculo no sal, pó ou areia e diga:

“Eu chamo agora os elementais da Terra para participar deste rito, obrigado”.

Mergulhe a lâmina do athame no cálice com água e diga:

“Eu chamo agora os elementias da Água para participar deste rito, obrigado”.

Passe a lâmina do athame sobre o incenso e diga:

“Eu chamo agora os elementais do Ar para participar deste rito, obrigado”.

Passe a lâmina do athame sobre a vela e diga:

“Eu chamo agora os elementais do fogo para participar deste rito, obrigado”.

Coloque o athame de volta no altar, pegue a boneca nova de milho e coloque-a à direita da vela, e diga:

“Oh senhora da colheita, eu te agradeço por nos alimentar com seus alimentos, sua chuva, seu ar e seu fogo, agradeço também por cada dia que está presente em minha vida, que assim seja”.

Pegue a boneca antiga e queime-a na chama da vela, coloque-a na bandeja ou prato à prova de fogo, enquanto ela queima, diga:

“Senhora da colheita do passado, queime agora esta boneca, e queime com ela toda a energia negativa que me prejudica, à Deusa vós deveis retornar para ser reciclada, Deusa, abençoa-me com a sorte e o amor do Deus e da Deusa, que assim seja!”

Depois despeça-se dos seres presentes e agradeça-os pela presença e pelo auxílio, destrace o círculo e celebre com cantos e poesias, enterre as cinzas da antiga boneca de milho, como oferenda à Mãe Terra, e guarde a boneca nova para o próximo Sabbat Lammas.

Os alimentos pagãos tradicionais do Sabbat Lammas são:

Pães caseiros (trigo, aveia e, especialmente, milho), bolos de cevada, nozes, cerejas silvestres, maçãs, arroz, cordeiro assado, tortas de cereja, vinho de sabugueiro, cerveja e chá de olmo.

Os incensos são:

Aloé, rosa e sândalo.

As cores das velas são:

Laranja e amarela.

As pedras usadas são:

Aventurina, citrino, peridoto e sardônia.

As ervas ritualísticas são:

Flores da acácia, aloé, talo de milho, ciclame, feno grego, olíbano, urze, malva-rosa, murta, folhas do carvalho, girassol e trigo.

Lammas

Anúncios

One thought on “Lammas

Deixe um comentátio!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s