Alfabeto Theban

O alfabeto Theban, ou alfabeto Tebano foi desenvolvido com um simples propósito, ocultar aquilo que outras pessoas não podem ver, ou seja, logo no início da inquisição com muitas bruxas e bruxos sendo presos, torturados e mortos foi desenvolvido um meio para que ninguém fora da arte soubesse ler seus BOS (Livro das Sombras).

Muitos inquisitores pegavam seus livros para tirar informações, com a escrita Theban eles não sabiam decifrar os códigos, todos os feitiços eram então escritos dessa forma, alguns bruxos criam feitiços de proteção ou maldições na primeira página do seu BOS escritos em Thegan alertando intrusos, que se passarem da primeira página sofrerão as consequências, caso os intrusos “avancem o sinal”, a maldição é pega na pessoa que avançou.

Sua origem é desconhecida, porém ele foi e é utilizada por muitos bruxos até hoje, essa escrita foi publicada pela primeira vez em Polygraphia de Johannes Trithemius (Johann Heidenberg 1462-1516) em 1518, e foi atribuído a Honorius de Thebas. Está presente no livro “The Occulta Philosophia -1531” (A Filosofia Oculta), que atribuiu o Alfabeto Theban a d’Abano de Pietro (1250-1316).

O alfabeto Theban propositalmente não possui semelhança gráfica com praticamente nenhum outro alfabeto, e não foi encontrado em nenhum outro local ou publicação antes da de Trithemius, em comparação ao Latim Arcaico, o Theban, possui uma relação “letra à letra”, perdendo algumas dessas correspondências somente com o Latim moderno, onde as letras J, U e W não possuem representação e são escritos com os mesmos caracteres para I, V e VV consecutivamente.

Ok, falando dessas pessoas, mas afinal, quem foram elas? Bem, Johannes Trithemius era um abade responsável pela biblioteca de seu convento e um grande estudioso de sua época, ele foi expulso da abadia em razão de seu grande interesse pelo ocultismo e pela ciência, Johannes foi o mestre de Cornelius Agrippa e Paracelso (1493-1541).

Honorius de Thebas é um personagem místico da idade média, dizem que ele teria escrito o livro ocultista “The Sworn Book of Honorius” (O Tratado de Honório), mesmo que o primeiro manuscrito desse livro só tenha sido escrito no ano de 1629 d.C. Um mistério ainda ronda a verdadeira identidade desse ocultista, que muitas vezes foi ligado aos papas Honório I e Honório III.

d’ Abano de Pietro, conhecido também como Petrus de Apono ou Aponensis, era um médico, um filósofo, e um astrólogo italiano, foi um médico muito famoso e também um mago , tendo escrito um grimório chamado “Heptameron” (Não deve ser confundido com o Heptameron de Marguerite de Navarro), foi por duas vezes perseguido pela inquisição sendo acusado de possuir pacto com o demônio devido ao seu avançado uso da medicina com técnicas de energia e utilização de especiarias Árabes, ele conseguiu sair da primeira tortura, mas não resistiu a segunda, morrendo e tendo seu corpo raptado por um amigo para que não fosse queimado em praça pública, já que após sua excomunhão os inquisidores ainda iriam queimar seu corpo como um alerta à população.

Tá, voltando agora a atenção ao alfabeto, ele é composto por 23 letras, sendo que as letras I e J tem a mesma representação gráfica, assim como as letras U, V e W também possuem a mesma grafia, também o final de uma frase tem a sua representação, o que pode ser considerado como (ponto final).

Vou deixar aqui uma imagem de como é o alfabeto:

Alfabeto Theban

E aqui o link para download da fonte para instalar em qualquer versão do Windows. (a fonte possui 51,2Kb, baixa em 5 segundos dependendo da velocidade da sua internet).

Instalando a fonte:
1º Faça o download da fonte e salve-a no seu computador.
2º Clique sobre ela com o botão direito do mouse e clique em instalar, caso apareça a tela de proteção do Windows é só clicar em “Sim”.

Está feito, para utilizá-la entre em algum editor de texto de sua preferência e selecione a fonte “Theban” e boa escrita!

Anúncios

2 thoughts on “Alfabeto Theban

    • Olá, eu também já pesquisei muito sobre isso mesmo, e o mais próximo que cheguei é que as pronúncias são como no alfabeto Hebraico, pois o alfabeto Theban foi feito apenas para escrita, para ninguém de fora saber ler, mas você pode por exemplo escrever em Theban e em um ritual ler com as pronúncias em Português mesmo. Espero ter ajudado, qualquer dúvida é só perguntar.

Deixe um comentátio!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s